Publicações de pesquisadores

Gil Vicente Lourenção, Gabriel Jimenez e Igor Machado publicaram artigos na revista TOMO

Clique na foto para acessar o Dossiê Migrações, que organizei junto com Marcelo Ennes, na revista Tomo, da pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal do Sergipe. Textos bacanas!

Workshop no LEM

O PPGAS UFSCar realiza, com auxílio do LEM (Laboratório de Estudos Migratórios) o Workshop “Japonesidades: novos estudos sobre a presença japonesa no Brasil”.

O workshop acoontece dia 05 de julho, segunda feira, entre 09:00 e 17:00 hs, no auditório do depto de Ciências Sociais (participação aberta).

Serão discutidos os seguintes textos:

Japonesidades multiplicadas: sobre a presença japonesa no Brasil

Igor José de Renó Machado

O estranho enjaulado e o exótimo domesticado: Reflexões Sobre Exotismo e Abjeção Entre Nipo-descendentes.

Fabio Ricardo Ribeira

Japonizando Campo Grande: o odori e sobá em perspectiva

Nádia Luna Kubota

O centenário da imigração japonesa na mídia “étnica”: a evidência da diversidade.

Victor Hugo Kebbe

Otakus e Cosplayers: j-pop e japonesidades

Cláudia Winterstein

Adentrando a ‘Casa Japonesa’: reflexões sobre a etnografia no Kendo

Gil Vicente Lourenção

Alimentando japonesidades. As mulheres e os saberes imigrantes.

Érica Rosa Hatugai

Os textos serão comentados por:

João de Pina-Cabral

Jeffrey Lesser

Derek Pardue

Pedro Peixoto Ferreira

Apresentação

O LEM é um laboratório de pesquisa organizado e coordenado por Igor José de Renó Machado, a partir do grupo de pesquisa “antropologia das migrações”, cadastrado no CNPq. Sediado no departamento de Ciências Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFSCar, o laboratório pretende ser um centro de produção e sistematização de dados sobre a emigração internacional brasileira e sobre a imigração internacional no Brasil. Congrega pesquisa sobre vários grupos migrantes, dando foco especial às questões relativas ao parentesco e a migração. Atualmente, sedia dois projetos com financiamente público, um pela FAPESP (JP) e outro CNPq (Edital Ciências Humanas).

Return top