A medida das coisas. Etnografia de uma Japonesidade, é um livro publicado por Érica Hatugai, a partir da dissertação de mestrado desenvolvida no LEM.

Este livro explora uma japonesidade, ou uma noção de ser “japonês”, entre um grupo de imigrantes nipônicos e seus descendentes, na cidade de Araraquara (SP). Por meio de uma leitura antropológica, a obra revela que esses sujeitos possuíam variadas leituras sobre quem era e como era um “japonês”. Tal entendimento rompe com ideia de comunidade homogênea e mostra que o interior de um grupo pode ser marcado mais pelas diferenças que pelas identidades. A pesquisa revela, ainda, que essa japonesidade necessitava de constantes atualizações, não sendo um dado pronto ou natural, mas uma noção produzida por meio da memória, da língua, da reprodução das tradições, dos cuidados familiares e, notadamente, por meio de técnicas de preparo e consumo dos alimentos. No tocante aos cuidados familiares e à comida japonesa, as mulheres eram as principais artesãs dessa japonesidade. O presente livro destina-se a todos os interessados pela presença japonesa no Brasil e, através de um trabalho etnográfico consistente, chama a atenção para o fato de que a experiência nipônica produziu fenômenos múltiplos, cuja compreensão depende de que pensemos cada japonesidade em seu contexto específico.

COMPRE AQUI